Os Caçadores da Crença Perdida: Episódio 1 - Antes das Crenças Limitantes

ANTES DAS CRENÇAS LIMITANTES

A grande maioria dos Coaches não admite, mas têm crenças limitantes (e como têm!). Antes de ser um “caçador da crença perdida” do seu coachee, pense nas suas. O que te impede de ir adiante?
Que tipo de desculpas você dá a si mesma(o) quando não QUER fazer algo?
Temos dois tipos de Coaches em termos de crenças:
  1. Eu sei tudo e já posso cobrar uma nota pela sessão;
  2. Eu não sei nada e vou demorar pra caramba pra ganhar com isso.
O 1º termina a formação já se “achando”o pop love do coaching, pensando que tudo é muito fácil e acabando por fazer sessões superficiais e ineficientes. Mal sabe ele que tem que ESTUDAR e se empenhar para começar um bom trabalho.
Cuidado, coach, pois suas crenças vêm sendo reforçadas durante a vida toda, no sentido de “trabalhe pouco e ganhe muito”.
Sabe esses clichês de alta produtividade com baixa competência e trabalho? Não acredite nisso. Você perderá muito tempo mais tarde.
Este primeiro tipo de Coach, geralmente tem a dimensão comportamental i (influente) ou D (dominante). Lembrem-se do DISC de vocês.
O 2º acredita que NUNCA está pronto e nem tenta fazer sessões. Procrastina por um ano e se desespera quando resolve tentar e não se lembra de nada. Acredita que sempre precisa melhorar algo e que nunca está bom o suficiente.
Cuidado, Coach, pois se não se arriscar em treinar a metodologia, vai retardar muito suas experiências para lidar com diferentes casos durante a sua empreitada profissional.
Este segundo tipo de Coach, geralmente tem a dimensão comportamental S (estável) ou C (cauteloso). Lembrem-se do DISC de vocês.

Nem tanto 1, muito menos o 2.

Encontre o equilíbrio. Estude, treine, estude mais, treine mais um pouco. Aprender a metodologia Coaching e não treinar imediatamente é como ler um livro de natação e se jogar em alto mar. Vai afogar, com certeza!
Trabalhe suas crenças limitantes, lembrando que elas te IMPEDEM de ir adiante no seu objetivo.
Peça a algum colega de confiança que trabalhe suas crenças, pois o autocoaching raramente tem bons resultados neste assunto.
Seja humilde. Não sabemos tudo o tempo todo. Não temos essa onisciência e onipotência. Às vezes o ego atrapalha um bom trabalho. Às vezes o excesso de insegurança também atrapalha.
Se você tinha alguma dúvida se precisa trabalhar as suas crenças limitantes, seja bem-vinda(o) ao capítulo “AS CÁRIES DO DENTISTA”. Precisa, sim. Como você vai fazer um bom trabalho com crenças que limitam o seu trabalho?
Depois de se trabalhar, aprenda a identificar a crença limitante do seu cliente e qual o tipo dela.
Para que isto aconteça, te convido agora a assistir à minha palestra sobre CRENÇAS LIMITANTES, onde vou desmistificar, de forma bem simples, algo que muitos coaches consideram complexo e não trabalham com seus Coachees.
É fundamental para o sucesso de um processo de Coaching, que o profissional se familiarize com este assunto de forma profunda. Faz toda a diferença no resultado do seu cliente, e consequentemente, no seu.
Preparei uma PALESTRA ESPECIAL sobre este tema e quero compartilhá-la com VOCÊ.
Corra enquanto está disponível, clique AGORA na imagem abaixo:
Estou te esperando, vem logo!!!
Trainer Tália Jaoui.

No Replies on Os Caçadores da Crença Perdida: Episódio 1 – Antes das Crenças Limitantes

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>